quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Tablet Tekpix já existe - e custa R$ 3500

Tekpix também investe nos tablets!

 Você já deve ter visto comerciais da Tecnomania na Bandeirantes anunciando a Tekpix, a "câmera mais vendida do Brasil". Embora a câmera tenha um valor absurdo e seja duvidosa, há ainda quem a compre.
 A mesma marca Tekpix agora está anunciando seu próprio tablet, o "Tablet Tekpix com TV Digital" (modelo i-TVWF7x-4.0). O aparelho traz configurações simples.
 A tela, capacitiva de 7 polegadas, possui resolução relativamente baixa, de 800 X 480 pixels. A memória interna é de 4GB (expandíveis com microSD), enquanto a RAM é de 512MB. Com uma bateria até aceitável de 3000 mAh, traz uma câmera de 0,3MP (resolução VGA), conexão Wi-Fi e uma entrada mini USB.
 Traz também acesso à TV digital, Android 4.0, o Ice Cream Sandwich, e pode acessar a internet também por modem 3G externo. Os recursos nativos do Android (incluindo a Google Play) estão todos inclusos.
 Porém, seu maior porém é o preço. Custa R$ 3499, 80 (podendo ser parcelado em doze vezes), o que traz um preço extorsivo. Por este preço é possível comprar dois Nexus 7 (com o preço brasileiro de R$ 1300), e com o troco de R$ 900 não é difícil achar um Galaxy Nexus à venda.

 Fonte: Tecmundo e Tecnomania.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Samsung confirma oficialmente o lançamento do Galaxy S IV em 14/03


 Agora temos a confirmação oficial da Samsung. O esperado Galaxy S IV será mostrado no dia 14 de março.
 A confirmação sai de JK Shin, chefe da divisão móvel da empresa.
 Muitos rumores ainda cercam o aparelho. Espera-se dele uma tela LCD de quase 5 polegadas e um processador quad-core de 1,9 GHz.

 Fonte: Gizmodo Brasil.

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Lenovo e HP trazem novos tablets com Jelly Bean para competir com Nexus 7

 Tendência no mercado, os tablets de sete polegadas se popularizaram com o Nexus 7 e o Kindle Fire, e outros de mais ou menos as mesmas proporções já estão vindo ao mercado - vide o Galaxy Note 8.0.
 A HP e a Lenovo, conhecidas fabricantes em outras áreas mas iniciantes no SO móvel do Google, pretendem entrar no mercado e anunciaram os seus novos tablets.

HP


 A HP traz o HP Slate 7, a US$ 169. Com visual de produto de luxo e dimensões confortáveis - 10,7 mm de espessura e 368g - o produto promete. Ele vem também com o Beats Audio, que melhora e muito a qualidade de som, e o ePrint, função para imprimir por wireless de quase qualquer app.
 Ele traz uma resolução de tela, com 1024 X 600 pixels, e processador, dual-core de 1,6 GHz, de certa forma inferiores ao do Nexus 7, mas compensa com 1GB de RAM, equivalentes ao do concorrente, e câmera traseira de 3MP mais frontal VGA.
 Sua memória interna é de 8GB, mas é expandível por meio de cartões microSD, uma vantagem em relação ao da ASUS.
 A HP também planeja lançar mais tablets com Android durante o ano.

Lenovo

 A Lenovo traz, de uma só vez, três tablets novos. Ela não revela os preços, mas promete preços agressivos. Todos já virão com Jelly Bean.


  O S6000 traz uma tela IPS de 10 polegadas, com resolução de 1280 X 800 pixels, e vem com um processador quad-core de 1,2 GHz. Possui espessura de 8,6 mm e 560g.
 Já o A3000 traz tela IPS de 7 polegadas, com resolução de 1024 X 600 pixels, e vem com processador qual-core de 1,2 GHz. Traz 4GB ou 16GB de memória, expandíveis por microSD, e espessura de 11mm, pesando 340g. Terá variante 3G com duas entradas SIM.
 E o A1000 tem uma tela de 7 polegadas, 16GB de memória com entrada microSD, processador dual-core de 1,2 GHz e áudio Dolby Digital Plus.
 A Lenovo deve lançar os três mundialmente no segundo trimestre, com preços agressivos.
 Grandes fabricantes ainda tem certa dificuldade em aplacar seus tablets Android (o Galaxy Note 10.1 não tem nem metade do reconhecimento do Galaxy Note II), e a HP e a Lenovo pretendem mudar isto. Conseguem?

 Fonte: Gizmodo Brasil.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Vídeo em que pastor denuncia mensagens subliminares no Android vira um viral - e gera resposta


 O vídeo acima virou um viral, com mais de meio milhão de acessos desde seu lançamento, no último dia 14. Nele, o pastor Juninho Lutero denuncia supostas mensagens subliminares demoníacas incluídas no Android.
 O vídeo gira em torno de um easter egg contido no Android 2.3, o Gingerbread. Nesta versão do sistema, lançada em dezembro de 2010, há um easter egg no qual, quando você vai nas Configurações, entra em Sobre o Telefone e toca múltiplas vezes em Versão do Sistema, aparece uma imagem, de autoria de Jack Larson, que mostra o mascote do sistema com um Gingerbread zumbi e alguns zumbis utilizando telefones. No vídeo, o pastor usa um Galaxy S, um Galaxy Y e um Galaxy Y Pro e executa o mesmo truque nos três.
 A imagem, presente em qualquer aparelho com o 2.3 (não contam custom ROMS), já era conhecida por muitos usuários do sistema e era de fácil acesso em qualquer pesquisa na internet.
 Todas as versões acima do 2.3 também contém o mesmo easter egg, somente mudando as imagens, que sempre fazem referência ao sistema. O Honeycomb (favo de mel) traz uma abelha, o Ice Cream Sandwich (sanduíche de sorvete) traz um simpático mascote com o corpo representado pelo doce e o Jelly Bean (jujuba) traz... Jujubas.
  Com o número crescente de visitas, o vídeo foi virando notícia, e chegou até o autor da ilustração, Jack Larson. Ele chegou a fazer um post em seu blog pessoal, explicando a imagem:
O Android em si é análogo ao zumbi, em muitos aspectos; só que ele é um robô puro, ao contrário de um ciborgue, fusão de carne e da máquina – como o Exterminador do Futuro ou os “replicantes” de Bladerunner. O Frankenstein, na verdade, é basicamente um zumbi: o primeiro a ser criado em laboratório por um cientista. Muitos assassinos são frequentemente encontrados sob a influência de medicamentos – e o mesmo conceito se aplica. O escravo dos medicamentos, o zumbi, o androide, o ciborgue – em qualquer forma que eles apareçam, são essencialmente o mesmo personagem: um ser consciente, mas sem posse de sua própria alma.
  Muitos usuários mais experientes revoltaram-se e criticaram o pastor, que acabou por fazer um novo vídeo, respondendo às críticas.


 E você, o que acha? Comente!

Qualcomm anuncia chipset de rádio compatível com todas as redes 4G do mundo

Novo chipset vai fazer milhares de futuros celulares compatíveis com o 4G do mundo todo - sim, o Brasil também.
 
 Muitos smartphones lá foram já contam com o 4G, e quase nenhum funciona aqui com esta função. A grande culpada? A frequência que usamos. Como lá eles usam a de 700 MHz e esta nós dedicamos à TV analógica, o 4G daqui ficou relegado à de 2500 MHz, fazendo com que quase nenhum funcione aqui, e consequentemente diminuindo o impulso que o 4G ainda tem.
 A Qualcomm, no entanto, tem a resposta. Seu novo chipset de rádio, o RF360, suporta redes 2G, 3G e 4G na faixa de 700 MHz a 2700 MHZ, podendo ser usado por operadoras GSM e CDMA. Segundo a Qualcomm, todas as faixas utilizadas no mundo todo até agora são compatíveis.
 O RF360 também promete menor consumo de bateria e maior captação de sinal (nada de ficar sem sinal). Os celulares com o novo chip devem chegar só a partir de julho deste ano.
 O novo gadget da Qualcomm pode resolver vários problemas de compatibilidade: em vez de vários modelos em cada parte do globo, cada um adaptado à frequência local, todos poderiam teoricamente funcionar em qualquer lugar. Algo que, além de apressar a entrega dos produtos, deve aumentar o uso do 4G no Brasil.

 Fonte: Gizmodo Brasil.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Análise: Nexus 7

 O Nexus 7 foi lançado em julho do ano passado, e muitos outros, como o Galaxy Tab 2 7.0, o Kindle Fire HD e o iPad mini, estão aí para concorrer na mesma categoria, mas, embora ainda sejam bons produtos, o Nexus 7 ainda domina como o melhor tablet de 7 polegadas. Desbanca facilmente qualquer outro Android e, em minha opinião, vence o iPad mini.

Positivo

 A primeira boa parte dele é o sistema em si: o aparelho traz a experiência autêntica do Android, por vir com ele puro, diretamente do Google, sem skins de operadoras ou fabricantes. Suas atualizações vem rápido (somente quatro aparelhos receberam o 4.2.2 até agora, e o Nexus 7 é um deles) e, a julgar pelo potencial de suas especificações, deve ser atualizado por um bom tempo.
 Seu design é muito bom; linhas firmes, suficientemente fino e bordas não tão finas, mas não muito grossas. O aparelho não é grande e é confortável de usar.
 A bateria é boa o suficiente. Com uma de íon de lítio, de 4325 mAh, o aparelho é capaz de fazer tudo que você precisa sem que você necessite trazer seu carregador a todo canto.
 E também conta o ótimo custo-benefício. Custando apenas US$ 249,99 nos EUA, o aparelho é atrativo pelo subsídio do Google para estimular a venda e o uso do Android.

Negativo

 Porém, não deixa de ter seus pontos fracos. Uma parte irritante é que, sob uso moderado até, o aparelho fica quente em suas mãos depois de certo tempo. O Android encontrado nele é sempre o mais recente, mas há certa falta de aplicativos com design específico para tablets.
 Outros aspectos também podem interferir, como a falta de entrada para cartões microSD, sua baixa resistência, sua câmera exclusivamente frontal de 1.2 MP e talvez outros que eu não tenha notado ou ouvido falar.

Conclusão


 O Nexus 7, apesar de ter outros concorrentes (também contando os de 10 polegadas), ainda sobressai-se diante outros tablets Android, e, apesar de ter sido lançado em julho, ainda é uma ótima compra.

Especificações (Fonte: GSMArena)

  • Conectividade: Wi-Fi, 3G (opcional), NFC, GPS e Bluetooth.
  • Tela: 7,0 polegadas, 800 X 1280 pixels, 216 ppi.
  • Memória: 8/16/32 GB, 1 GB de RAM.
  • Câmera: frontal de 1,2 MP.
  • CPU: quad-core de 1,2 GHz.
  • SO: Android 4.1 (atualizável para o 4.2.2).
  • Bateria: íon de lítio, de 4325 mAh, não retirável.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Linha Nexus já vem recebendo o Android 4.2.2

Nova versão é a 4.2.2.

 Os aparelhos mais recentes da linha Nexus, como o Galaxy Nexus, o Nexus 4, o Nexus 7 e o Nexus 10, já estão recebendo a atualização para a mais nova versão do Android, a 4.2.2.
 A nova versão traz notificações de download melhoadas, trazendo porcentagem completa e estimativa de tempo restante, melhora no Quick Settings e novos sons de notificações.

 Fonte: Android Police e AndroidNTA.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Android 4.0 e acima já estão em 42,6% dos aparelhos

Android já vê o aumento do uso do ICS e do JB.

 O Gingerbread ainda é a versão do Android mais usada do sistema, com 45,6%, mas as versões mais novas já estão superando-o. O Ice Cream Sandwich já está em 29% dos Androids, e o Jelly Bean (4.1 ou 4.2) em 13,6%.
 Juntas, as versões do 4.0 e acima já somam 42,6% dos aparelhos com Android, trazendo o declínio do Gingerbread, versão de dezembro de 2010 que sobrevive com aparelhos low-range.
 O FroYo, versão anterior ao Gingerbread, de maio de 2010, ainda tem 8,1% do mercado. Versões anteriores a esta tem ainda 2,4% do mercado.

 Fonte: Android Central.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Aplicativos de Android são portados para o BlackBerry 10

Novo sistema da BlackBerry pode sofrer pela má qualidade de seu ecossistema.

 Quando a BlackBerry lançou seu novo sistema, o BlackBerry 10, houve quem ficou espantado pela alta quantidade de aplicativos para o sistema: 70 mil já no início. Porém, para conseguir tal número, muitos fabricantes simplesmente portaram versões de Android para o sistema.
 Estima-se que 40% dos aplicativos sejam portados do Android, segundo o vice-presidente de alianças globais e desenvolvimento de negócios da BlackBerry, Martyin Mallick.
 O principal problema disto é o desempenho dos apps: o The Verge alega que, dos 70 000, 69 000 aparentam ter má qualidade.

 Fonte: Gizmodo Brasil.

ShareThis